@maurosousa

September 06 2019 - 00:15

Recebi essa mensagem inbox de uma mãe e, com a autorização dela, resolvi compartilhar a minha resposta com todos vocês: “Querida Adriana: Obrigado por confiar em mim pra contar sua história! Sabe... eu era igual o Christian. Alguém também me disse que dois homens juntos era feio e eu ingenuamente acreditei, já que não tinha o discernimento pra conceituar o que era feio e o que era bonito. Só que eu, que sempre fui gay, tive sequelas profundas no meu desenvolvimento por conta disso. Mesmo criança, eu passei por um processo de autoaceitação muito conturbado, angustiante e muito solitário. Então, eu tive que reaprender tudo o que eu achava que sabia pra poder ser feliz. É uma desconstrução dolorosa e que exige coragem. Coisa que não desejo pra ninguém. Ninguém merece passar por isso. Ninguém tem que passar por isso. E acredite, isso muitas vezes pode levar pessoas à depressão e, pior, até ao suicídio. Sabe, Adriana... ter alguém para orientar e ensinar pode fazer toda a diferença. A informação é a nossa maior aliada. A educação pode salvar vidas. Eu posso tentar ajudar através do meu trabalho, já que ele tem grande abrangência, mas você mesma já ajuda bastante sendo uma mãe preparada, preocupada e inteligente, compartilhando valores tão importantes com seu filho. Não importa se é uma marca ou uma mãe ou um pai ou um amigo ou um professor ou até mesmo um órgão público: todo mundo, dentro do seu universo, pode fazer a sua parte e interromper ideias pré-concebidas pra dar lugar a novos fundamentos, baseados no respeito e na liberdade. Continuemos acreditando nisso, Adriana. Um beijo carinhoso pra você e pro Christian! Mauro Sousa”

845 comments

9.266 likes